26/08/17 Dicas pra quem vai à Fernando de Noronha

Acabei de voltar de uma viagem para Fernando de Noronha e gostaria de deixar aqui algumas dicas e contatos para quem pretende fazer a viagem:

Hospedagem: indico a Pousada Gaúcha, ótimo custo-benefício, quarto confortável e café da manhã muito gostoso! O Check-out tardio (14:00) oferecido pela pousada merece ser citado e é MUITO bem vindo pois dá pra aproveitar a manhã do último dia e realizar aquele derradeiro mergulho na praia do cachorro! A pousada fica próxima aos supermercados Poty e Noronhão, o que ajuda bastante para viajantes “mochileiros” e que querem economizar algum dinheiro. O Ponto de ônibus também é próximo e usando o transporte público você chega a TODAS as praias andando pouco. E não poderia deixar de mencionar a simpatia e prestatividade da Dalva e do Flávio, responsáveis pela pousada! Como ponto negativo eu diria que, pra quem pretende curtir a ilha a pé (foi o meu caso), a distância (e o “morrinho”) entre a Praça Flamboyant (onde costumávamos jantar) e a pousada chega a incomodar um pouco nos últimos dias.

Passeios: se você vai ficar mais que 4 dias e está disposto a andar um pouco não há a necessidade de se fazer o “Ilha Tour”, como eu disse acima, você consegue chegar em todas as prais através do transporte público (em agosto de 2017 a passagem custava R$5,00) e pode gastar esse dinheiro com outra coisa. Além da visita às praias, recomendo o mergulho de cilindro com o Bodão (R$250,00 / mardenoronha.reservas@gmail.com), o passeio de barco com a “Na Onda” (R$135,00 / 81 997114832) e o passeio de canoa com o Marcão (R$130,00 / 81 98351-5083) – preços em agosto de 2017!

No caso do passeio de canoa faça-o pela manhã, você terá que acordar BEM cedo, por volta de 5:15 deverá se encontrar com o Marcão no Porto! A recompensa: durante o passeio existe uma enorme probabilidade de você se ver cercado por centenas de golfinhos!!!

Uma dica importante é que caso queira fazer a Trilha do Morro São José ou a Trilha Curta/Longa do Atalaia você vai ter que entrar em contato com um guia local (R$120,00 / Noronha VIP / 81 996707956) e pedir para ele fazer o agendamento pra você o quando antes – se você deixar para marcar no dia em que chegar na ilha provavelmente não vai conseguir – isso ocorreu comigo! No meu caso eu queria fazer a Trilha Curta e não foi possível – não fiquei tão contrariado pois, segundo o Bodão – o cara é uma figura, a trilha curta é uma “merda”, rs.

Alimentação: prepare-se, é cara! No Poty a Água Mineral (1.5 L) sai a R$6.00; No Noronhão o Gatorade sai por R$6.20; O almoço (Self-service) sai por R$78,00 o kg no Empório São Miguel; Um jantar no Restaurante Flamboyant (pra dois) fica na média de R$150,00. Só lembrando que turismo gastronômico não é o meu forte, pra mim comida é sinônimo de nutriente/fonte de energia, rs! Talvez você vai querer ir em restaurantes mais “sofisticados”.

Acho que é isso, caso tenha alguma dúvida deixe seu comentário que talvez eu posso ajudar em algo mais!

Fica aí a dica!

Compartilhe:



Participe: Envie seu Comentário!

O envio de comentário indica a aceitação dos Termos e Condições de uso do blog. Note que os comentários enviados são moderados antes da sua publicação e para evitar que estes sejam removidos e/ou desconsiderados, não use palavrões, ofensas e tampouco de expressões do miguxês!