João Paulo Ferry

Ócio-Criativista!

PHP, Vue, JavaScript, Bootstrap, jQuery, HTML e WordPress


Windows 10 e uebLOCK

O Microsoft Windows 10 já está disponível como uma atualização gratuita e, além de várias melhorias, o sistema traz consigo um navegador totalmente novo, o Microsoft Edge!

Se por um lado a notícia é boa, por outro há algo que deva ser alertado: devido às grandes modificações realizadas no Windows, e ao próprio navegador, o uebLOCK NÃO é compatível com o sistema!

Ou seja, se você é cliente uebLOCK e deseja continuar usando o aplicativo NÃO faça o upgrade caso contrário o programa deixará de funcionar. Infelizmente não há uma previsão de quando, ou se, uma nova versão do uebLOCK será disponibilizada.

Se você usa o Windows 10 e quer um software de segurança eu sugiro o Kaspersky, que pode ser obtido através deste link.

Fica aí a dica!

03/01/17 XenServer + HP DL360p Gen8: Migrando para Raid 1+0

Recentemente precisei migrar uma configuração RAID num servidor HP DL360p Gen8, que já possuía o XenServer com várias VMs, passando de RAID 1 (2 discos) para RAID 1+0 (4 discos) e resolvi postar aqui algumas observações.

O procedimento foi simples, instalei os discos e em seguida usei o ACU (Array Controller Utility) para expandir a capacidade de armazenamento. Bastou selecionar a opção “Expand” e marcar os novos HD’s. O procedimento de “Transforming” levou algumas horas mas ao final tudo ocorreu sem problemas.

Como o XenServer já estava instalado (“Local Storage” configurado através de LVM2 / GPT) foi necessário redimensionar a partição. Nesse caso eu tinha a opção de seguir as dicas desse post ou usar o Gparted – acabei usando esse último.

Ah, apenas pra constar, a controladora RAID utilizada no servidor foi a HP Smart Array P420i e todo o procedimento foi feito com o servidor “offline”.

Fica aí a dica!

20/12/16 Ho! Ho! Ho!

Há alguns meses minha GTX 560Ti resolveu parar de funcionar e desde então venho mirando a compra de uma GTX 1070 G1 Gaming da Gigabyte (GV-N1070G1 GAMING-8GD) – que uma semana antes da Black Friday chegou a ficar em R$1889,00 mas que hoje em dia aparece por absurdos R$2.279,90!

A ideia era simplesmente esperar o preço cair, haja vista que tenho alguns jogos de PS3 no “estoque” que ainda precisam sofrer “baixa”, e essa compra provavelmente só ocorreria lá pra março de 2017 (e olha lá, rs)!

Porém, meio que no impulso e motivado pelo espírito natalino (mentira, é basicamente a vontade aguçada de jogar Cities: Skylines e Diablo 3: The Darkening of Tristram) acabei comprando hoje (20/12/16) a GTX 1060 G1 Gaming 3GB (GV-N1060G1 GAMING-3GD)

Isso mesmo, acabei comprando de fato uma placa bem inferior àquela que eu inicialmente queria mas que com certeza vai atender ao meus anseios. A decisão pela GTX 1060 de 3GB (e não de 6GB) veio depois de assistir à esse vídeo.

Aparentemente é o melhor custo benefício para quem pretende jogar em Full HD. O investimento: R$1.042,92 (sendo que 43,02 foram gastos com o frete via SEDEX).

Detalhe: nos EUA a mesma placa está custando $219.99. A cotação do dólar hoje? R$3.36 – basta fazer as contas!

Fica aí a dica!

14/12/16 npm: como atualizar um determinado pacote?

Imagine que seu projeto use um determinado pacote do npm e que uma nova versão do mesmo foi disponibilizada adicionando uma nova funcionalidade ou corrigindo algum bug, como atualizar a sua versão local?

Simples, acesse o Node.js command prompt e execute:

npm update <nome-do-pacote>

Note que a entrada relativa ao pacote no seu package.json não será atualizada, você precisa fazer isso manualmente. Mais informações aqui.

Um comando bem útil é:

npm outdated

Ele irá exibir quais as versões localmente instaladas, aquelas requeridas (configuradas no package.json) e as últimas oficialmente disponíveis de todos os pacotes do seu projeto.

Fica aí a dica!

13/12/16 4G: cobrança indevida de dados

O problema: eis que percebi que meus créditos estavam sendo “sugados” diariamente do meu pacote Tim Beta mesmo não usando nenhum dos serviços (Ligações / Internet / SMS). Depois de pesquisar um pouco descobri que a causa é o 4G!

Pelo que li, a conexão 4G LTE usado no Brasil é uma rede exclusiva de dados, ou seja, mesmo ao realizar ligações você na verdade está usando VoIP. Por isso, independentemente de você estar com a conexão de dados desabilitada no celular, o simples fato de se conectar à rede 4G irá fazer com que o sistema da Tim (ou qualquer outra operadora) considere que você fez uso de internet e consequentemente irá lhe cobrar – no caso do Tim Beta Diário Combo você é cobrado em R$1,00 (um real) por dia de uso.

A solução: Alterar o tipo de conexão para 3G. No caso do Android, o caminho é:

Configurar > Mais > Redes Móveis > Selecione o Chip / Operadora > Tipo de rede Preferencial > 3G

Como é de se esperar, planos semanais ou mensais ou que não sejam tarifados por uso não sofrem desse problema.

Todavia, se você possui algum plano de cobrança diária e usa 4G, fique atento.

Fica aí a dica!

24/11/16 Primeiros passos: git + github

E eis que finalmente resolvi criar vergonha na cara e começar a aprender git, rs. Pois então vamos às anotações iniciais:

Depois de instalar o git propriamente dito (no meu caso isso foi feito no Windows) o primeiro passo foi registrar uma conta no github. Em seguida criei um Novo Repositório (hello-world) através da interface web do próprio github.

Com a conta e repositório criados, abri o Git Bash e executei os comandos:

git clone https://github.com/uebbi/hello-world.git
cd hello-world
touch README.md
git add README.md
git commit -m "add README"
git push -u origin master

Note que no primeiro push tive que informar meu usuário e senha – posteriormente esses dados foram salvos pelo Windows / Credentials.

Um detalhe importante é que ao usar o comando clone a opção remote é configurada automaticamente. Se você não está clonando um repositório e deseja enviar arquivos para um então você deverá configurar a entrada remote manualmente:

git remote add origin https://github.com/uebbi/hello-world.git

E mais um adendo: a palavra origin é apenas um alias para o endereço!

Pronto! O básico do básico, rs. Mais informações aqui.

Fica aí a dica!

27/10/16 Mint: Tela boot parada em initramfs

O problema: após uma queda de energia, ao iniciar o computador (Linux Mint), o sistema cai na janela de prompt do initramfs.

A solução: Digite exit para que o sistema tente recuperar os erros automaticamente e, caso não seja possível, execute o comando fsck e aplique as correções de forma manual:

fsck /dev/sda1

Fica aí a dica!

14/10/16 WTF: Spotify Web Player + Flash + Chrome

O problema: Eis que ao acessar o Spotify (pelo navegador) após a última atualização do Chrome (53.0.2785.143 m) o site insiste em solicitar a instalação do Flash Player – o que não ocorria antes.

A solução: Ajustar a permissão de execução de plugins no Chrome.

Para isso vá em:

Configurações > Mostrar configurações avançadas > Privacidade > Configurações de conteúdo > Plugins > Gerenciar exceções

Em seguida em Novo padrão de nome do host insira https://[*.]spotify.com e em Comportamento escolha Permitir.

Pronto! Recarregue a página do Spotify.

Fica aí a dica!

22/09/16 Iptables + DNAT + Port Range

Normalmente, ao realizarmos DNAT o comum é realizar redirecionamentos usando apenas uma porta:

iptables -t nat -A PREROUTING -i wan -p tcp --dport 80 --to-destination 10.0.0.1:8080

Todavia você também pode usar a opção de range:

iptables -t nat -A PREROUTING -i wan -p tcp --dport 1000:200 --to-destination 10.0.0.1:8080

E também de multiport:

iptables -t nat -A PREROUTING -i wan -p tcp -m multiport --dport 22,80,3389 --to-destination 10.0.0.1:8080

Mas e se você quiser que um determinado range seja redirecionado para diferentes portas? Por exemplo, que as conexões na portas do range 2294:2296 sejam direcionadas para o range 1194:1196? Saiba que isso é possível:

iptables -t nat -A PREROUTING -i wan -p udp --dport 11094:11097 -j DNAT --to 10.0.0.1:1194-1197

Fica aí a dica!

09/09/16 Instalando a impressora Brother MFC-8952DW no Linux

Para instalar a impressora Brother MFC-8952DW no Linux abra o Terminal e execute:

$ wget bit.ly/linuxbrprinter -O install.zip && unzip install.zip && rm install.zip
$ sudo bash linux-brprinter-installer-2.0.0-1

Depois de executar os comandos acima o assistente de instalação será executado e você deverá então informar alguns dados.

Em Input model name informe o modelo da impressora: MFC-8952DW

Em seguida confirme a instalação dos pacotes e os Termos de Uso. Em “Will you specify the Device URI?” responda “Y” e então escolha a opção relativa a “Specify IP address“. Informe o IP da impressora. Aceite mais alguns Termos de Uso e aguarde o final da instalação.

Fica aí a dica!

05/09/16 Ubuntu: erro ao realizar o upgrade

O problema: Eis que hoje fui realizar o upgrade (sudo do-release-upgrade) de um servidor Ubuntu 14.04.5 e ao realizar o procedimento me deparei com um erro de falta de espaço na partição boot.

A solução: remover as versões antigas do kernel!

Primeiramente verifiquei a versão do kernel atualmente utilizada:

uname -r

Em seguida listei todas as versões instaladas:

dpkg -l | grep linux-image

E por fim removi as versões antigas (com exceção da última antes da atual, pois é uma boa prática manter ao menos uma versão anterior):

sudo apt-get purge "linux-image-..."

Fica aí a dica!

 

27/07/16 Bloqueando o Facebook com o iptables

Lembrete: para bloquear o acesso ao Facebook (inclusive via https) para um determinado IP da rede via iptables, eis a solução:

Habilite o module ipt_string:

modprobe ipt_string

E crie a regra:

iptables -D FORWARD -s "IP" -m string --algo bm --string "facebook.com" -j DROP

Fica aí a dica!

30/06/16 XAMPP + Virtual Hosts

Considerando que você instalou o XAMPP no Windows (C:\Xampp) e que agora gostaria de configurar um Virtual Host no Apache eis o procedimento.

No exemplo será criado um Virtual Host para o domínio hello.world. Criada a pasta do projeto no htdocs, deve-se editar o arquivo C:\Xampp\apache\conf\extra\httpd-vhosts.conf inserindo os dados abaixo:

<VirtualHost *:80>
    ServerName hello.word
    DocumentRoot "C:/Xampp/htdocs/hello.world"
    SetEnv APPLICATION_ENV "development"
    <Directory "C:/Xampp/htdocs/hellow.world">
        DirectoryIndex index.php
        AllowOverride All
        Order allow,deny
        Allow from all
    </Directory>
</VirtualHost>

Em seguida deve-se editar o arquivos hosts (%windir%\System32\drivers\etc\) inserindo o endereço do domínio:

127.0.0.1 hello.world

Por fim basta reiniciar o Apache!

Fica aí a dica!

28/06/16 Squid: TCP_MISS/000 ou TCP_HIT/000

Se você possui o Squid instalado e percebeu que no access.log existem várias entradas TCP_MISS/000 ou TCP_HIT/000 saiba que provavelmente o problema pode estar relacionado com o protocolo IPv6.

A solução: adicione a configuração abaixo no seu squid.conf

dns_v4_first on

E reinicie o servidor.

Fica aí a dica!